O seu donativo poderá ser feito através de: - transferência bancária para a conta bancária com o NIB 0035 0697 0063 1490 4306 4 – Associação ILGA Portugal - cheque, emitido a favor de ‘ILGA Portugal’ - e Paypal
Agradecemos o envio de comprovativo e indicação de NIF para ilga@ilga-portugal.pt – a Associação enviar-lhe-á o recibo do seu donativo para dedução na declaração de IRS.You can donate by: - bank transfer (NIB 0035 0697 0063 1490 4306 4 – Associação ILGA Portugal) - cheque made out to 'ILGA Portugal' - and Paypal
In order to receive a tax receipt, please send proof of transfer and your fiscal number to ilga@ilga-portugal.pt.
  • 29 Maio, 2018
  • |
  • Palco
  • |

Violet

Violet é o alter-ego da DJ e produtora lisboeta Inês Coutinho. Para além das suas produções e remixes desde 2012 para editoras como One Eyed Jacks, Cómeme, Paraíso ou Snuff Trax, este ano fundou a sua própria imprint naive, sendo o primeiro lançamento o EP “Togetherness”, um disco jungle-inspired que já chamou a atenção de DJs como Paramida, Jerome Hill and Commix. É também co-fundadora da Rádio Quântica, uma estação de rádio independente online para a qual trata espetáculos e noites no Lux Frágil, a discoteca de todas as discotecas em Lisboa.

Uma visão politicamente saturada da dance music está presente nos seus gestos artísticos, nomeadamente as suas reconhecidas séries de versões de músicas clássicas lançadas no Dia Internacional da Mulher em conjunto com outr@s artistas de outras partes do mundo, cujos lucros foram doados a ONG’s dedicadas à igualdade de género.

Em 2014, a sua cover de “Transition” pelos Underground Resistance foi extensamente aclamada – incluindo pelos criadores da música original. Quando Donatella Versace ouviu “Transition”, pediu a Violet para produzir música para os desfiles de moda da marca nas Semanas da Moda de Paris e Milão do ano passado. Em 2017, reuniu uma equipa ainda maior de artistas e rescreveram “I Need a Freak” pelos Sexual Harassment, “Promised Land” de Joe Smooth e “So Get Up” pelos Underground Sound of Lisbon.

Os DJ sets de Violet criam viagens sónicas que integram o early Chicago house, o Techno abrasivo, sonoridades de mutant jack e as suas próprias produções percussivas e melódicas que a tornaram uma escolha recurrente em discotecas e festivais em toda a Europa. Também organiza as suas próprias festas em Lisboa e Londres: Suspiciously Delicious com Elles e Iona, Summer of Love com a sua equipa de raparigas A.M.O.R., Mina com Photonz e a coletiva Rabbit Hole e Rave Sem Fim por One Eyed Jacks.

Written by Pedro Carreira